Príncipe herdeiro da Arábia Saudita defende a existência de Israel

0
112

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita Mohammed bin Salman, 32 anos, deu uma declaração histórica em entrevista à revista The Atlantic. Ele disse que os israelenses têm direito a viver pacificamente em suas terras, um sinal público que os sauditas estão se aproximando de Israel, o que marcaria o rompimento de uma animosidade milenar.

Perguntado sobre o povo judeu ter direito a um Estado-nação, em pelo menos parte de sua terra ancestral, a resposta de Salman foi: “Acredito que os palestinos e os israelenses têm o direito de ter sua própria terra. Mas temos que ter um acordo de paz para assegurar a estabilidade para todos e ter relações normais”.

A Arábia Saudita foi onde começou o Islamismo. Ali estão seus santuários mais sagrados. Por causa dos ensinamentos do Alcorão, ostensivamente contrários aos judeus, chamados de “infiéis”, nunca reconheceu a Israel. Há anos que uma normalização das relações depende da retirada israelense das terras árabes capturadas na Guerra dos Seis Dias (1967), território que os palestinos reclamam para estabelecerem um futuro Estado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here